CONTEÚDO ANDA

MP investiga se houve negligência de hospital em morte de cadela

Um vídeo compartilhado nas redes sociais denuncia que cadela teria falecido por conta da falta de atendimento no Hospital Veterinário Recife (HVR), inaugurado nesta segunda-feira (12).

162

16/06/2017 às 13:00
Por Sophia Portes, ANDA

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) vai investigar se houve negligência da equipe médica do HVR, que teria ocasionou a morte de uma cadela.

Nas imagens é possível ver uma criança chorando ao lado da cadelinha morta, enquanto um homem discute com um funcionário da unidade, atribuindo a causa da morte pela falta de atendimento do hospital.

Vídeo servirá como prova durante investigação do MP

Vídeo mostra criança chorando ao lado de cadela morta, em frente ao HVR (Foto: Reprodução / Facebook)

O vídeo servirá como prova durante as investigações promovidas pelo MP. As imagens foram veiculadas pelo Facebook de uma moradora da região, nesta quarta-feira (14).

A mulher, que grava o vídeo, destaca na publicação que “essa é a historia real do novo hospital veterinário inaugurado a semana passada. Tem emergência, mas a emergência só funciona se você estiver agendado. Se não estiver marcado, nem entrar você entra. Os animais estão morrendo na porta do hospital. Até onde vamos com esse desrespeito com os animais?”, indaga.

Após três anos de atraso na inauguração, a unidade iniciou seus atendimentos afirmando que teria capacidade de realizar 2,2 mil procedimento por mês. Em menos de uma semana após inauguração, diversas denúncias de animais sem atendimento, foram feitas nas redes sociais.

Em menos de uma semana, diversas denúncias foram feitas sobre falta de atendimento

Hospital demorou três anos para inaugurar (Foto: Reprodução / Uol)

Inicialmente, o promotor Ricardo Coelho, responsável pelo caso, afirma que irá verificar se a estrutura tem capacidade de realizar os atendimentos.

“Os desdobramentos para essa investigação podem resultar em dois caminhos. No cível, pode resultar na indenização ao responsável pela cadela e a recomendação para que o hospital adote providências para melhorar o atendimento. E se for averiguada negligência e maus-tratos por parte do profissional, o que é crime, o veterinário poderá ser detido ou cumprir pena alternativa, como prestar serviços comunitários”, esclareceu.

Veja a seguir o vídeo que ocasionou na denúncia da morte da cadela como responsabilidade da unidade hospitalar:

Gostou? Colabore com a ANDA Saiba como