Boa Notícia - Samira Menezes

Campeonato de doce vegano

Uma deliciosa competição italiana promovida pela ONG AgireOra está fazendo muita gente comer com os olhos. Até o dia 26 de julho é possível escolher pela internet a sobremesa vegana...

50

22/07/2013 às 14:40
Por Redação

Uma deliciosa competição italiana promovida pela ONG AgireOra está fazendo muita gente comer com os olhos. Até o dia 26 de julho é possível escolher pela internet a sobremesa vegana mais bonita da Itália. São 296 doces  diferentes que podem ser votados nessa página aqui, onde você encontra o link para ver a galeria de fotos.

Em maio desse ano, essas delícias disputaram o concurso regional italiano de doces veganos, realizado por pequenos grupos em várias cidades italianas diferentes, como Roma, Milão e Torino, e com o apoio da AgireOra. No total, segundo a ONG, o público participante foi de 1.171 pessoas e os doces inscritos no campeonato chegaram a 331.

Entre os ganhadores locais está o bolo Free Farm (Fazenda livre), da boleira vegana Stefania Palazzi, de Roma, que agora disputa com todas as outras sobremesas o primeiro lugar de doce mais bonito da Itália. “É importante realizar eventos como esse para mostrar que um grande número de pessoas não considera normal trucidar animais para fazer um doce ou outra receita qualquer. Com iniciativas como esta, comunicamos às pessoas que deixar de explorar os animais é algo muito simples que podemos fazer com a nossa vontade”, disse SilviaVoltolini, organizadora do evento.

Como realizar

Para os veganos que quiserem colocar a ideia em prática no Brasil, a organização do evento é simples, desde que uma ONG ou associação promova o evento em âmbito nacional.  Localmente, basta que um pequeno grupo informal de pelo menos dois voluntários se disponibilize a organizar o campeonato na sua cidade. Esses voluntários serão responsáveis por encontrar um lugar para a realização do evento, por receber as inscrições dos participantes, pela contabilização dos votos, pela premiação e pelas fotos de divulgação dos doces concorrentes. Obviamente, os organizadores locais também devem cuidar da divulgação, que inclui chamar os doceiros para a disputa e atrair um maior número possível de “juízes degustadores”, que na competição italiana pagaram 5 Euros para dar um voto.

Os prêmios para os três primeiros lugares ficam a critério dos organizadores. Pode ser, por exemplo, uma cesta de produtos veganos, um vale-compra em uma loja interessante, utensílios para a cozinha ou que o grupo achar mais conveniente. Depois que a competição local é realizada, uma segunda disputa é feita pela internet para eleger o doce mais gostoso e o mais bonito de todo o país. Todo mundo que tem acesso à internet pode votar. Pelas regras italianas, o doce eleito como o mais gostoso receberá um vale-presente no valor de 300 Euros pra gastar com os produtos disponíveis na loja virtual da AgireOra. Enquanto o doce mais bonito, receberá um vale-presente de 100 Euros.

Além dos prêmios aos doceiros concorrentes, a AgireOra oferece aos organizadores locais: divulgação do evento no site da ONG, na mídia e nas páginas de Facebook e Twitter; cartazes de divulgação; material informativo para colocar à disposição do público e consultoria.

Gostou? Colabore com a ANDA Saiba como